Nos cafundós de Macapá



Dos quintais do Brasil 

Cabocos
Sumanos,
Morenos, serenos
Dos cafundós
Do Amapá


Quem te nesinou
Viver no silencio
Quem te ensinou
Viver desse rio

Desde os tempos de menino
Ouvia assovios no buritizal
Uma festa de acauãs, bacurais
E os murucututus cortavam os quiriris
Nas noites dos matagais 

O que vai acontecer
O meu povo quer saber
Quem vai cuidar desse lugar
Salvar os quintais desse brasil

O que vai acontecer
O que você tem pra dizer
Desses suicídios animais

Nos litorais e nas beiras de rio
 
Não pense só em você...

Composição: Osmar Junior




A pergunta fica suspensa no ar “O QUE VAI ACONTECER?”, no discurso oficial esta é a cidade com potencial turístico, do potencial sustentável, mas que não passa do discurso vazio, incerto deveria ser então a cidade do futuro que sabe-se lá quando vai chegar.

Enquanto isso, grande parte da população paga. Falta de transporte coletivo público, água tratada, esgotamento sanitário, restando, de maneira quase irônica, a bela paisagem do Rio Amazonas como um alento ao esquecimento proposital destas áreas. G4
 Por Wandemberg Almeida Gomes, Acadêmico de Arquitetura e Urbanismo da Unifap.