Por que TEORIZAR sobre a Arquitetura?

                  O que faz uma ciência evoluir? ou qualquer área do conhecimento... Pode-se dizer auto conhecimento, auto critica. A detecção de falhas em seus processos, métodos e os estudos de como corrigi-los. Principalmente, naquelas em que o produto é a própria teoria gerada por suas indagações, questionamentos internos. E quando se trata de um campo de produção cultural, tridimensional que afeta diretamente o comportamento dos usuários.
                 E que deve saber sempre um pouco de tudo para que seu produto seja satisfatório? A utilização da multidisciplinaridade, para a arquitetura nem deve ser levantado,, pois é usualmente descrito como sendo o motivo da não evolução da Teoria e Critica da Arquitetura, a matéria arquitetura é interdisciplinar ou seja, dialoga com diversos ramos da ciência, podendo sim se apropriar de seus conteúdos, e isto é salutar, mas não pode ser confundido com a criação de teoria para a arquitetura.
Já que esta possui uma linha teórica especifica, sendo um fato que acontece no e condiz com o espaço, tempo e cultura em que está inserida. E que a partir do auto questionamento crítico, poderá avançar.
                 Alem do mais não,digo não, os arquitetos não podem escolher entre ganhar dinheiro, sendo apenas comerciantes de desenhos, ou desenhistas Sênior, ou fazer arquitetura, é sinal de fracasso da própria arquitetura, e da destruição da cidade, com construções grotescas.
Mas tudo tem um inicio, e esta crise também, a arquitetura caminha pouco, e tem cada vez menos teóricos arquitetos, pois a maioria tem uma formação que alem de desprivilegiarem a critica, são em suma uma mera instrução de como utilizar ferramentas, que devem ser tomadas como únicas.
                  Neste ponto, acredito que as revoluções do capital, prejudicaram de tal forma, tendo em vista a imposição da necessidade de um grande numero de profissionais que soubessem utilizar as novas tecnologias, técnicas, materiais apresentados por estas revoluções, para construir mais rápido, ter resultados mais rápidos.
                 Então, massificou-se o produzir arquitetura, mas não o pensamento critico, vicio-se em buscar fora da arquitetura algo para responder anseios nossos, velocidade, a palavra das ultimas décadas, ponham mais profissionais no mercado, "tempo é dinheiro" e por ai vai..., não podemos e não devemos nos esconder atrás de assuntos que não estudamos a fundo, ou que estudamos, para justificar uma arquitetura de segunda mão, ou para dizer que a arquitetura não é uma ciência ou arte ou campo cultural ou nada. Devemos sim é nos voltar a nós mesmos, pois rebaixar a arquitetura por uns caraminguas, e mesmo que sejam muitos, estaremos produzindo algo maior, e pior, uma cidade pior, pois somos nos os responsáveis pelas mudanças em nossa paisagem e na qualidade de vida. Mas como cumprir tal tarefa, se somos  "adestrados" para não fazê-lo!!!!!!!!!! ? G4


Por Wandemberg Almeida Gomes, Acadêmico de Arquitetura e Urbanismo da UNIFAP.